5 de mai de 2006

Poesia de criança ...

.
.
Foto de Jean Chamoux
.
.
.
A árvore tem medo do machado.
A barata tem medo do chinelo.
A televisão tem medo do curto-circuito.
O espelho tem medo de ser quebrado.
O livro tem medo de ser rasgado.
O carro tem medo da batida.
O sapato tem medo do chiclete.
O chiclete tem medo do sapato.
O aluno tem medo da prova.
É isso que é o medo.
.
.
Francisco
(9 anos)
.

5 comentários:

digoeu disse...

Que ternura! Realmente o melhor do mundo são as crianças.

Um abraço amigo.

Burtonesca disse...

É isso mesmo, o medo é tamanho do "saco" de cada um. Assim, sem escala, sem desprezos...

:)
Já falei que passei por lá né? Hoje nem vou q fico horas e horas e horas...e nao posso!! Devo acordar cedinho amanha.

Beijos!

renata disse...

Que menino mais inspirado! É q o medo assusta! Lindo post. Como vc passou hj? Saudades, beijos mil.

Julie disse...

Coisa fofa esse poema!
As crianças sempre tem coisas interessantes a nos dizer.
Beijo

Robs® disse...

Oie Lenonor!!
Adorei as coisa que voce escreve simplesmente d+
Um maravilhoso findi
Bjks