16 de out de 2006

O utopista

.


.

O utopista
.
.
Ele acredita que o chão é duro
Que todos os homens estão presos
Que há limites para a poesia
Que não há sorrisos nas crianças
Nem amor nas mulheres
Que só de pão vive o homem
Que não há um outro mundo.
.
Murilo Mendes
.
(Imagem: N. Card)

2 comentários:

Chris disse...

Eu tb tenho uma Tia Mariquita, só que com outro nome. rs...
Bjos

Anônimo disse...

Querida Leonor,
Adorei seu space!
Adorei suas poesias!
Tudo aqui é lindo!
Parabéns pela sensibilidade e pelo dom de escrever!
Depois volto com mais tempo para escolher uma de suas poesias para postar lá no meu space, isto é, se vc permitir.
Beijos,
Serena