28 de mai de 2007

Trinado novo

.
.
,
.
.
.
Trinado novo

.

Nunca esperes obra prima
Em trinado de improviso
Na garganta brota a rima,
Que requer sopro e o... siso...

.
Antonio Lázaro de Almeida Prado

(Do livro: Arte Poética para Passarinhos )
.

2 comentários:

fernanda de almeida prado disse...

Como eu falei no programa da alltv.
"é muita alegria que sinto quando vejo que a poesia de meu pai não é cantada em vão"
obrigada Leonor!!
te amo muito minha querida amiga!!
beijo da Fernanda Almeida Prado

Maria Antonia disse...

Querida Leonor
Muita gente vive no seu próprio mundinho fechado, mas saber que existem outras criaturas que compartilham saberes e caminham ao nosso lado é fundamental para a vida. E, ainda mais importante, saber que essa presença é uma fonte surpreendente e fértil de conhecimentos, inspirações e novas idéias.
Sou suspeita para falar do nosso querido professor.
bjs
Maria Antonia