13 de ago de 2007

Paixão

.

.

PAIXÃO
..
O poeta rasga as vestes
no centro
do país
..
.
Sai descalço profeta
e põe a boca no trombone
.
..
O poeta rasga o verbo
e fala fala tropeçado esganado
com pressa
.
.
a cada notícia de nossa incrível desumanidade
um incêndio particular
o consome
.
.
O poeta está louco com a loucura desses tempos.
.
.
Feito um Jesus,sobe a montanha.
e o Cristo Redentor tem pena:
declama para ele
.
versos de Amor .
.
.
Irene Vieira
.
.

Nenhum comentário: