29 de jan de 2009

Do silêncio

Edward Weston, 1931
.
.
DO SILÊNCIO

em busca de voz
ando em círculos
na minha garganta.
.

.

10 comentários:

vitoria disse...

Leonor,devido a uma complexidade de situações particulares e à facilidade com q leio os t textos graças ao feedburner,nunca venho te deixar um comentário...perdoa...com certeza c outros acontece isso tbm...hoje não posso deixar de vir e parabenizar o texto e a imagem da Frida que coitada foi a mulher com tanto por expressar ,enrolado no corpo todo e que tão bem se exprimiu,apesar do sofrimento e da época.Num pequeno espaço resumiste tanto...:)

EAD disse...

Passei só para dizer que amo todas as postagens que você faz, tanto pelo conteudo quanto pelo bom gosto na escolha das fotos. bjs

Leonor Cordeiro disse...

Para Vitória:

Estou regressando de viagem, louca de saudade das amigas.
Ler o seu comentário é sempre um presente.
Quando visito o seu blog passo um bom tempo encantada com a foto inicial. Ela sempre me emociona.
Hoje li o meme que você respondeu, foi muito bom conhecer um pouco mais sobre você.
bbbjjjjjjsssssssss!!!

Leonor Cordeiro disse...

Para Joyce:

Obrigada por mais esse carinho.
Acabei de passar pelo seu blog e terminei de ler a sua postagem sobre os jardins. As primeiras fotos me deram uma grande saudade de Curitiba.
bjs!!!

Sonia Schmorantz disse...

Colho o inefável entre as mãos do vento
como quem colhe rosa em pensamento;

cresço no Tempo e o colorido lento
do vento apaga minha realidade;

pássaro livre nos jardins cifrados,
vôo em violino, em minhas mãos me invento.

Colombo de Souza

beijos

Vanessa disse...

Oi , Leonor, este é um comentário convite para conhecer a proposta de blogagem coletiva O livro da minha vida lá no Fio de Ariadne.

Abraço!

Elcio Tuiribepi disse...

Em busca das palavras, ando em circulos na minha alma...
Bonito isso tudo...espero não ficar tonto...rss
Show de bola...um abraço na alma...

Flor ♥ disse...

Leonor,

uma postagem sucinta, mas eloquente!

Grande beijo!

DILERMArtins disse...

A foto da Frida Kahlo me fêz lembrar uma frase da pintora: Minha arte não é surreal, esta é minha realidade(ou +/- isso)...
Parabéns, a foto é da pessoa certa, para o verso!

Brasil Empreende disse...

Ola. Estou passando para convidar para conferir a postagem desta semana: Inovar: O grande X da questão. E Estamos participando do 1º Concurso BR-Infor-Blog, e gostaríamos de contar com o voto de vocês.
Sua visita será um grande prazer para nós.
Acesse: www.brasilempreende.blogspot.com
Atenciosamente,
Sebastião Santos.