3 de fev de 2009

Cântico Negro




.

CÂNTICO NEGRO

"Vem por aqui" — dizem-me alguns com os olhos doces

Estendendo-me os braços, e seguros

De que seria bom que eu os ouvisse

Quando me dizem: "vem por aqui!"

Eu olho-os com olhos lassos,

(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)

E cruzo os braços,

E nunca vou por ali...

A minha glória é esta:

Criar desumanidades!

Não acompanhar ninguém.

— Que eu vivo com o mesmo sem-vontade

Com que rasguei o ventre à minha mãe

Não, não vou por aí! Só vou por onde

Me levam meus próprios passos...

Se ao que busco saber nenhum de vós responde

Por que me repetis: "vem por aqui!"?

.


Prefiro escorregar nos becos lamacentos,

Redemoinhar aos ventos,

Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,

A ir por aí...

Se vim ao mundo, foi

Só para desflorar florestas virgens,

E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!

O mais que faço não vale nada.

.

Como, pois, sereis vós

Que me dareis impulsos, ferramentas e coragem

Para eu derrubar os meus obstáculos?...

Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,

E vós amais o que é fácil!

Eu amo o Longe e a Miragem,

Amo os abismos, as torrentes, os desertos...

.

Ide! Tendes estradas,

Tendes jardins, tendes canteiros,

Tendes pátria, tendes tetos,

E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios...

Eu tenho a minha Loucura !

Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,

E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...

Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém!

Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;

Mas eu, que nunca principio nem acabo,

Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

.

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções,

Ninguém me peça definições!

Ninguém me diga: "vem por aqui"!

A minha vida é um vendaval que se soltou,

É uma onda que se alevantou,

É um átomo a mais que se animou...

Não sei por onde vou,

Não sei para onde vou

Sei que não vou por aí!

José Régio

6 comentários:

Ane disse...

Oi Leonor!Fiquei pensando...de quem ou de que fala este poema?Obrigada pela viista!Um abraço!

Sonia Schmorantz disse...

Flores para você

Para você enfeitar o seu dia,

lhe trazer mais alegria

mais paz a cada minuto.

Flores

Para você pensar na vida com mais carinho,

e não se esquecer que por você

carrego o sentimento mais sublime:

A amizade!

Elcio Tuiribepi disse...

Olá...indiquei teu blog para concorrer ao prêmio Peagogia do Afeto...olha neste link ok...parabéns pelos tems abordados aqui...

http://olharoslivros.blogspot.com/2009/02/trofeu-pedagogia-do-afecto.html

Um abraço na alma...

acqua disse...

Boa tarde Leonor, tudo bem com vc caríssima? Eu adoro chegar aqui no seu blog num fim de tarde como este. Choveu a tarde toda aqui em SP e agora tem raios de sol por entre folhas e a tarde parece um verso de poesia ainda esperando pra ser. Delicioso.
Valeu pelas dicas, já corrigiu os links lá no Acqua. Alguns links me deixam maluca. Espero que seu computador volte logo do hospital.
Beijosssssssssssss

Roseane, disse...

Muito legal...quem sabe um dia você vem a Macapá, Belém e outro lugares...nunca se sabe né? Bjks

Marisa Pimenta disse...

Olá Leonor, está sumida. Já viu meu novo blog? Comecei a repassar um pouco do que sempre pesquisei e trabalhei com as crianças e os idosos, os Contos, as lendas , os mitos e as fábulas. Espero q as mães aproveitem o conteúdo do blog p iniciarem os filhos na arte de ler e tb ouvir! Será q vai dar certo? Estou recebendodeias e toques de pessoas q como vc entendem do assunto, pode fazer sua crítica ou elogio. Vou adorar. Bjks