24 de mar de 2010

Minhas amigas blogueiras e as suas palavras...

Wyeth Andrew
.
.

ode à fuga

.

fugir às vezes é inventar estradas
em pleno pântano
e pontes sobre areia movediça
.
.
.

7 comentários:

Sandra Botelho disse...

Melhor ficar e lutar e seguir...
Bjos achocolatados

Marliborges disse...

A fuga é exatamente isso, inventar caminhos onde não existem.
Bjssss

dade amorim disse...

Leonor querida, é uma grande alegria estar aqui, Na dança das palavras. Obrigada pelo carinho.

Beijo.

José Carlos Brandão disse...

Lindo, Leonor. A Adelaide acertou em cheio, e você em escolhê-la.
Abraço.

Nanda Nascimento disse...

É verdade...tentar nos encontrar em outros lugares, redescobrir.

Beijos e flores!

Sônia Brandão disse...

Parabéns pela bela escolha. Muito bom o poema.

bjs

Cynthia Lopes disse...

Com certeza, lindo este "ode à fuga", bela escolha.
Estou vindo aqui pela primeira vez Leonor, e gosto muito do que vejo, voltarei com mais calma. Obrigada por ser a minha mais nova parceira.
bjs