25 de abr de 2011

cadernos

.


não tenho cadernos

tudo o que eu escrevo,

escrevo nas paredes do meu quarto.

Se é para estar presa,

que seja entre quatro poemas..


.

8 comentários:

Milton Ostetto disse...

muito legal
abraço
Milton

Nelson Souzza disse...

Olá! Muito interessante o seu blog: conteúdo e essência. Parabéns pela sensibilidade!
Desejo-lhe sucesso e prosperidade!
http://nelsonsouzza.blogspot.com

Poesias-Franciéle R.Machado disse...

Maravilhosas e inteligentes palavras!

Transmitem em poucos versos com delicadeza muitas sensações =D

Bom Sábado!
Abraços!

Maria disse...

A poesia eleva a nossa alma. Lindo poema.
Bom Domingo
Beijinhos
Maria

MOISÉS POETA disse...

Um dos mais belos textos que ja li!

parabéns por posta-lo !

um beijo !

MOISÉS POETA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria José Speglich disse...

Seu blog é uma referência para mim.


Por favor:
VC poderia votar na enquete de meu blog?
Obrigada.

Beijo!

Assis Freitas disse...

preciso,


beijo