14 de abr de 2007

Entrevista com Roseana Murray

.

Sobre Roseana:
.

Nasceu no Rio de Janeiro em 1950. Graduou-se em Literatura e Língua Francesa em 1973 (Universidade de Nancy).
Publicou seu primeiro livro infantil em 1980 (“Fardo de Carinho”, ed. Murinho, R.J). Em 2005, tem 43 títulos publicados, dois livros publicados no México. Seus poemas estão em antologias na Espanha. Tem poemas traduzidos em seis linguas ( in “Um Deus para 2000”, Juan Arias e “Maria, esta grande desconhecida”, Juan Arias.)
Recebeu o Prêmio “O Melhor de Poesia” da FNLIJ nos anos 1986 (“Fruta no Ponto, ed. FTD), 1990 (“Artes e Ofícios”, ed. FTD) e 1997 (“Receitas de Olhar”).
Recebeu o Prêmio Associação Paulista de Críticos de Arte em 1990 para o livro “Artes e Ofícios”, ed. FTD, S.P.Entrou para a Lista de Honra do I.B.B.Y em 1994 tendo recebido seu diploma em Sevilha, Espanha.
Recebeu o Prêmio Academia Brasileira de Letras em 2002 para o livro “Jardins” ed. Manati, R.J.
Participou ao longo destes anos de vários projetos de leitura. Implantou em Saquarema, em 2003, junto com a Secretaria Municipal de Educação, o Projeto “Saquarema, Uma Onda de Leitura”.

.


Alguns dos seus livros :


Desertos, ed. Objetiva
O traço e a traça, ed. Scpionne
O xale azul da sereia, ed. Larrousse
O que cabe no bolso? ed. DCL
Paisagens, ed. Lê
Pêra, uva ou maçã? ed. Scipione
Rios da Alegria, ed. Moderna
Maria Fumaça Cheia de Graça, ed. Larousse
Duas Amigas, ed. Paulus
Lua Cheia Amarela, ed. Dimensão
Caixinha de Música, ed. Manati
Um Gato Marinheiro, ed. DCL
Luna, Merlin e Outros Habitantes, ed. Miguilim
Jardins, ed. Manati,
Caminhos da Magia, ed. DCL, 2001.
Receitas de Olhar, ed. F.T.D
Carona no Jipe, ed. Memórias Futuras
No final do Arco-Íris, ed. José Olímpio
O Mar e os Sonhos, ed. Miguilim
Paisagens, ed. Lê
Felicidade, ed. F.T.D, 1995
De que riem os palhaços? ed. Memórias Futuras
Tantos Medos e Outras Coragens, ed. F.T.D
Qual a Palavra? ed. Nova Fronteira
Dia e Noite, ed. Memórias Futuras
Falando de Pássaros e Gatos, edições Paulus
Fruta no Ponto, ed. F.T.D
O Circo, ed. Miguilim
O Traço e a Traça, ed. Memórias Futuras
No Mundo da Lua, ed. Miguilim
Um Avô e seu Neto, ed. Moderna
Um cachorro para Maya, ed Salamandra
Uma História de Fadas e Elfos, ed. Miguilim
O Fio da Meada, ed. Memórias Futuras
O Buraco no Céu, ed. Memórias Futuras
Poesia essencial, ed. Manati
Pássaros do Absurdo, ed. Tchê
Paredes Vazadas, ed. Memórias Futuras
Poesia essencial, ed. Manati



.

ENTREVISTANDO ROSEANA MURRAY

.
Onde você nasceu e como era a sua cidade?
Nascí no Rio de Janeiro, em Botafogo , em 1950. Durante a minha infância, no Bairro do Grajaú, a cidade era calma e agradável.
.
Como foi a sua infância ?
A minha infância foi um pouco triste, pois eu era filha de imigrantes judeus poloneses e a memória da guerra ainda era muito próxima .
.
Como era a escola onde você estudou?
Estudei primeiro na Escola Francisco Manoel, escola municipal. Não era ruim, eu gostava. Ganhei alguns concursos de redação. Depois fiz o ginásio no Colégio Hebreu Brasileiro, na Tijuca. Era um pouco amendrontador, muita disciplina, mas tive uma professora de português maravilhosa, que me apresentou a autores maravilhosos, Rosa Hermann. E aprendí a falar fluentemente hebraico, mas com o passar dos anos fui esquecendo e já não falo mais nem uma palavra.
.
Quais eram os livros que você gostava de ler ?
Quando criança eu amava o Sítio do Pica-Pau Amarelo, na verdade eu morava lá, já que minha casa era muito triste. Lia os contos de fada do Tesouro da Juventude , amava a Fada Menina e depois ia lendo tudo o que me caia nas mãos. Eu fazia aula de declamação, adorava poesia.
.
Quando você era criança, já sonhava em ser escritora?
Eu gostava sim de escrever, mas queria ser astrônoma.
.
Quando você começou a escrever ?
Escrevia criança, adolescente e quando casei , com 18 anos eu parei e só retomei com 27 anos.
.
Qual foi o primeiro livro que você escreveu?
Fardo de Carinho
.
Por que você escreve?
Escrevo porque gosto, porque tenho leitores, porque as editoras me pedem, porque é a minha natureza.
.
Alguma história que você escreveu já aconteceu de verdade?
Sim, Um Cachorro para Maya, ed. Moderna
.
Qual o poema de Cecília Meireles que você mais gosta?
Gosto de tudo o que ela escreveu, já que ela é uma fonte de música cristalina. Todos bebemos em sua fonte.
.
O que você gostaria de falar para as crianças que freqüentam esse blog ?
Poesia tira o que a gente tem de melhor de dentro da gente. E todos nascemos poetas, depois a gente vai esquecendo.
.
.

Um comentário:

micaele» plincesinha¹ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.