29 de jan de 2008

Beira de estrada

.
.
Mário Zanini - Casario
.
.
.
Beira de estrada
.
são tantas casas anônimas
são tantas casas acanhadas
erguidas na beira da estrada
.
(o alpendre
a rede
o cachorro
o sítio da vó)
.
são tantas casas
e a memória enferrujando a alma
.
.
.

2 comentários:

Inês disse...

Bom dia, Leonor!
Descobri o seu blog por acaso. Estava buscando uma imagem e, afortunadamente, vim parar aqui. Gostei de tudo que vi, inclusive das suas poesias. Parabéns pelo belíssimo blog. Voltarei sempre.
Beijos,

Renata Christina disse...

Belíssimo conjunto. Adoro as imagens de Zanini. Bjs.