29 de mar de 2008

Alfredo Volpi ...

.
.
.
.
Alfredo Volpi - Rua de Ouro Preto
.
.
.
.


6 comentários:

musqueteira disse...

... gosto de telhados! vivo em águas furtadas viradas para o Tejo que espreita lisboa. essa rua podia bem ser uma das que se veêm deste terraço, acolá... junto á basilica da estrela;)

Leonor Cordeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leonor Cordeiro disse...

Para musqueteira:

ainda estou mergulhada nos seus versos:

"sempre que os sinos tocam
lembro-me de ti,
planícies da saudade,
onde o mar nunca chega a espreitar. "

Grande abraço!
Com carinho,
Leonor

Maria Augusta disse...

Esta cidade é tão romântica, e isto foi Volpi captou muito bem neste belo quadro.
Beijos e uma boa semana.

Lunna Montez'zinny disse...

Um olhar mais atento dedicado a beleza da arte. E assim começa a minha semana.
Abraços meus e um pequeno dizer

"Sou feito nuvem
em céu de fim de março
onde o outono se apressa
Se perde
Diz que fica
...e de repente vai embora!
Sou feito nuvem
Passageira
Lenta
Que vaga e pensa ser horizonte!"

Leonor Cordeiro disse...

Maria Augusta:
Concordo com você, sentimos um clima diferente naquela cidade. O que lamento é morar tão perto e não conseguir visitar Ouro Preto mais vezes.
Grraaannnde abraço!

Lunna:
Que lindo começo de semana...
Seu "pequeno dizer" foi um verdadeiro presente. Fiz uma postagem só para ele.
Grande abraço !