26 de mar de 2008

.
.
.
A noite
liberta sombras
e seu passeio invisível.
.
Estrelas adormecidas
cintilam um desfile
lasso.
.
A lua
irônica ri
com seu escalpo roubado.
.
A noite é dela
o céu é dela
sua luz falsa
brilha
e arde.
.
.
Mônica de Aquino
.
.
.

8 comentários:

musqueteira disse...

não há céu perfeito sem Lua.
;)obrigado pela composição ás minhas palavras escritas!

vitoria disse...

Obrigada pela visita e comentario no luxuriante.Não sei de quem é a imagem...é tão minha como tus,kkk..vou te adicionar,pq já vi que tenho muito aqui com que me deliciar....bjj

Meire disse...

Oi Leonor tudo bom?
Li la nos comentarios da Geo q vc vai participar e nao conseguiu copiar o selo, me diz qual vc quer que te mando o codigo pro e-mail, depois em apsse os blogs com os quais vc vai participar para a gente poder te linkar, a principio eu ja linkarei este aqui, certo?
bjs

Meire

Denise BC disse...

Leonor
A lua é o elemento perfeito para o céu, sem ela a noite é incompleta.
Bjs,
Denise BC

Melissa disse...

Leonor, obrigada pelo recadinho tão carinhoso em meu blog, passei um tempo sumida mesmo, mas estou voltando.
E vc acredita que eu não conhecia esse blog seu!!! Não tinha visto o link, eu sempre entrava lá no Mundo Encantado de Cecília.
Que lindo, amei!!!
Beijos querida

Georgia disse...

Oi Leonor, que bom que vc tb vai participar da blogagem contra o analfabetismo.
Ah, já vi que a Meire passou por aqui...

Grande dia prá você!

Maria Augusta disse...

Leonor, com todas as luzes artificiais que existem na Terra, nenhuma é tão bela quanto a da Lua, não é mesmo?...E além disto nos permite de ter lindos poemas como este.
Grande beijo.

Roseane, disse...

Muito bonito. Bom para começar ou terminar o dia.