28 de mai de 2009

Os livros

( Jean Sebastien Monzani )
.
.
OS LIVROS
.

dóceis
ao toque da mão às papilas do olhar
os livros

.
mar ao vagar dos dedos
onde corre livremente o tempo
sem nunca tomar a direcção da morte

.
velhos companheiros da luxúria vária
e da mais provada fidelidade
.
cada um
uma luva
um bisturi
um sortilégio
.

.

6 comentários:

José Carlos Brandão disse...

Quando leio um livro
conheço um homem complexo,
alma e sangue perplexo.

Adriana disse...

De um lirismo imenso teus livros...cada palavra me (des)concerto.

hugakatia disse...

Lindo texto, quando leio viajo.
um bj enorme!

manuel marques disse...

Os livros são amigos que nunca nos deixam mal .

Beijo.

mariab disse...

companheiros de sempre. descoberta infinita. beijos

angela disse...

gosto muito do que publica aqui, e é muito gentil