22 de mai de 2009

Minhas amigas blogueiras e as suas palavras...

Acabei de ler no blog da Graça Graúna a postagem onde, com um poema, ela se despede do poeta Mario Benedetti .
Graça, para você :
.
Ivan Rabuzin

.
.
TRÊS RESPOSTAS
.
A morte passará ao largo
de quem faz da Poesia vida,
de quem dorme de olhos abertos,
de quem troca instante fugaz
por eternidade.
.
As estrelas brilharão cada vez mais,
sacudindo a poeira do tempo.
Darão risadas ao redor da lua,
ainda que no meio dos mais tormentosos
temporais.
.
Os sonhos não fenecerão.
Serão guardados em baús aquecidos.
No momento certo, florirão
hasteados na palavra exata:
Liberdade.
.

16 comentários:

Madalena Barranco disse...

Leonor querida, os poemas da Maria e da Graça são belas homenagens ao poeta Mario Benedetti! A Graça, foi pela saudade e a Maria, pela liberdade... Ao fim, tudo se entrelaça!

Beijos

Conceição Xavier disse...

Hoje não deixarei comentário por falta de tempo, no entanto quero agradecer a visita que fêz ao meu 'blog'.
Bjs e bom fds.

Adriana disse...

Que bela homenagem...que bom publicá-lo aqui.bj

manuel marques disse...

Morrer não é acabar, é a suprema manhã ;

Beijo.

Nydia Bonetti disse...

Leonor
A poesia hoje é minha vida. Não saberia mais viver sem ela. Achei lindas as homenagens...
beijos

GRAÇA GRAÚNA disse...

Querida Leonor: muito grata, de coração, pelo carinho, pela atenção. Este seu espaço
é luminoso e me deixa também muito feliz encontrar, aqui, pessoas maravilhosas a exemplo de Madalena Barranco, Bonetti. Adorei o poema da Limeira. Paz em Ñanderu pra você e pra todos(as) que compartilham do seu blog. Bjos, Grauninha

Maria Muadiê disse...

Leonor, amei seu blog, é lindo! Uma fonte de pesquisa e deleite. Estou lisonjeada por vc ter me adicionado.
um beijo

Elaine dos Santos disse...

Ontem, li um ensaio produzido por um importante tradutor brasileiro de Benedetti, em que este tradutor se despedia do mestre... de repente, vc percebe que os grandes mestres se foram, se vão...e, apesar disso, o mundo continua girando, mais trista, mas girando!
Obrigada por suas palavras sempre tão afáveis. Estou amaando o doutorado e lendo, lendo, lendo...coisa que, devo confessar, adoro! abçs :)

Leonor Cordeiro disse...

Querida Madalena,

Os dois poemas são lindos!
O poema da Maria não foi feito em homenagem ao Mario Benedetti. Quando passei no blog da Maria, pensei na Graça e em seu poema.
A postagem foi uma maneira de mostrar o meu carinho e afeto pela Graça Graúna.
Madalena, amei a sua visita!
bjjjjjsssss!!!

Leonor Cordeiro disse...

Querida Conceição,

Foi um prazer visitar o seu blog.
Voltarei outras vezes.
bjs!!!

Leonor Cordeiro disse...

Querida Adriana,

Fiquei encantada com os seus poemas...

"Não deixe a luz acordar

Deixe que a hora repouse
e que o dia não amanheça.
Que a lua feneça e
a fechadura a tranque.

Simplesmente não deixe a luz acordar.
Hoje, vou-me casar com os vaga-lumes
e o que resta do meu silêncio. "

Grannnde abraço!

Leonor Cordeiro disse...

Manuel,

Por certo para Mario Benedetti, a morte passará ao largo:

"A morte passará ao largo
de quem faz da Poesia vida,
de quem dorme de olhos abertos,
de quem troca instante fugaz
por eternidade."

Leonor Cordeiro disse...

Querida Nydia,

Estou conhecendo seus lindos poemas enquanto passeio por seu blog.
Posso postar "NOVAS PALAVRAS"?Claro que colocarei o link para que os meus visitantes conheçam o seu espaço.
bbbjjjjsss!!

Leonor Cordeiro disse...

Martha,

Estou muito feliz com o nosso encontro. Lindo o seu blog "Maria Muadiê"
Seus poemas tocaram meu coração.
bjs!!!


"tempo tempo passará
dê-me tempo de criar
derradeiro ficará
dê-me tempo de curar
a minha dor
pe que ni na"
(Martha Galrão)

Leonor Cordeiro disse...

Querida Elaine,

Estou torcendo por você. Tenho certeza que o seu doutorado
será benção para a sua vida.
Mil beijinhos!!!

Bea - Compulsão Diária disse...

Grauninha acerta muito e sempre.
Bela refrência.