26 de fev de 2010

Borges...

.
.
Numa palestra , em Paris, na Sornonne, Jorge Luis Borges fez esta confissão pungente: "Sou cego, sou surdo para a música, não leio os jornais, não tenho muita oportunidade de uma conversa, muitos dos meus amigos estão mortos, passei toda a vida a escrever. Que é que vou fazer senão isso?" E num resumo de sua vida e de sua glória:" Comecei, como todos os jovens escritores, por ser um gênio, agora resigno-me a ser Borges."

.

Josué Montello - Diário Completo (VolumeII), p. 311

7 comentários:

Lathife Cordeiro {..aquela} disse...

Então eu prefiro nÃo ser Borges.

bjs :*

Luciana Conti disse...

Oi, leonor, vi que vc me visitou no Gato de Sof[a e vim te conhecer melhor. Gostei do que li. Voltarei.

Pelos caminhos da vida. disse...

Fim de semana de luz.

beijooo.

angela disse...

A verdade não deve ofender, mesmo quando arrogante.
beijos

Fatima disse...

Oi Leonor!
Bjs.

Dois Rios disse...

Borges transcende.

Todo o resto não pesa.

Beijos,
Inês

eurivaldina disse...

Obrigada Leonor pela oportunidade de conhecer mais um grande poeta.
Bjs