9 de abr de 2010

Van Gogh
.

..
Solidão no inverno
O velho aquece as mãos
com as próprias mãos
.
Eunice Arruda
.
in Há estações. Editora Escrituras, São Paulo 2003, p.45
.
.
.
.

13 comentários:

angela disse...

Gosto muito dela.
A tela completou bonito.
beijos

José Carlos Brandão disse...

Van Gogh era a solidão.
O que lhe aqueceu as mãos
não lhe aqueceu a alma.

Um beijo.

Dalva Maria Ferreira disse...

Perfeição! Invejinha...

Elcio Tuiribepi disse...

Este Haikai ficou perfeito, pois mostra a solidão com poucas, mas sensíveis palavras...
Parabéns a Eunice...ótima escolha Leonor...
Um abraço na alma...e um beijo amigo

leonorcordeiro disse...

Angela, José Carlos, Dalva e Elcio,

A companhia e o carinho de todos vocês iluminaram a minha manhã.
Grrrraaaannnde abraço!

Sônia Brandão disse...

É triste quando o frio interior é maior que o exterior.

bjs

Mari Amorim disse...

E com seu carinho,
aqueço meu coração
vamos ser amigas então?
Boas energias!
Mari

Louise Oliveira disse...

A imagem diz tudo. Solidão e inverno sempre combinaram, e eu tiro proveio para criar.
Tem selinho p vc no meu blog!
Bjs! Lu

leonorcordeiro disse...

Querida Sônia, é um frio difícil de ser aquecido...
Bjs!!!

leonorcordeiro disse...

Querida Mari, que doce convite.
A amizade é sempre um presente para o nosso coração.
Grande abraço!

AFRICA EM POESIA disse...

aDOREI PASSAR AQUI...


UM BEIJO

DOMINGO


O acordar é cedo...
Acordar de gente...
Que quer aproveitar...
Quer ver...
Quer desfrutar...
E então...
A cama fica vazia...
E eu vou...
Vou observando...
Apreciando...
Prados e montes...
Árvores e riachos
Casas e animais...
E assim escrevendo...
Vou sentindo...
Que olhando e rabiscando...
Vou sentindo...
A grandeza do criador!...

LILI LARANJO

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Obrigada pelo teu carinho!
Van Gogh é um Mestre na pintura...bela escolha! A imagem da solidão na velhice, emociona-me e magoa-me ao mesmo tempo...Há um outro frio que se aninha na alma e no coração e que não há mãos que cheguem para o diminuir. Só há um acto que nascido de uma palavra, pode modificar tudo: AMOR!
Beijo amigo
Graça

Bete disse...

É a solidao do artista, mas tb de milhoes de idosos.
Muito triste ver tantos idosos sem carinho, sem atenção, à margem da vida e da convivencia de seus familiares.