16 de out de 2009

Breve encontro


.

Este é o amor das palavras demoradas
Moradas habitadas
Nelas mora
Em memória e demora
O nosso breve encontro com a vida

.Sophia de Mello Breyner Andresen

.

2 comentários:

angela disse...

É muito bom te-la por aqui novamente, sua delicadeza e refinamento poético fazem falta.
A palavra escrita é a memoria de nossa passagem. Bonito poema com um jogo de palavras bem preciso e de sonoridade parecida. Quase uma brincadeira se não soubesse a dificuldade de fazer algo assim.
beijo

manuel marques disse...

Há encontros na vida em que a verdade e a simplicidade são o melhor artifício do mundo .

abraço.