8 de set de 2010

Epílogo...


.

.
EPÍLOGO
.
Finda a leitura, o livro está completo
em sua solidão mais-que-perfeita
de couro falso e íntimo papel.
.
Lá fora, o mundo segue, arquitetando
as mesmas contingências costumeiras
que nunca esbarram numa irrefutável
.
conclusão que se possa resumir
em três letras letais, inalienáveis.
Que paz será possível nessa selva
.
sem índices, prefácios, rodapés?
indaga, da estante mais excelsa,
o livro. Porém, nada disso importa,
.
se todas as dúvidas se dissipam,
com tudo mais, quando o bibliotecário
apaga as luzes, sai e tranca a porta.
.
Paulo Henriques Britto
In Tarde. Companhia das Letras, São Paulo, 2007

12 comentários:

Valéria Sorohan disse...

Poema magnífico. Com tão poucas palavras, diz tudo sobre um momento muito especial. Parabéns pela escolha.

BeijooO*

Zélia Guardiano disse...

Leonor
Estou encantada com este seu espaço!
Vontade de ir ficando, ficando...
Virei sempre!
Grande abraço!!!

AC disse...

"nada disso importa,
.
se todas as dúvidas se dissipam,
com tudo mais, quando o bibliotecário
apaga as luzes, sai e tranca a porta."

Para além, claro, daquilo que ficou da leitura do livro e que transportaremos connosco. Ainda que ínfimo.

Beijo :)

Ingrid disse...

amo seu espaço.. leio e releio...
beijo

Maria Paula Alvim disse...

Perfeito o seu blog, Leonor. De muitissimo bom gosto. Parabens.

Mar Arável disse...

Não conhecia

Agradeço

Domingos Barroso disse...

E que as traças não ousem!

Um poema transparente,
do ofício da imaginação.

Carinhoso abraço.

João Renato disse...

Olá,
Você está seguindo o meu blog de poesia.
Vim aqui, gostei muito, e fiquei impressionado como o nosso gosto poético é parecido.
Virei sempre.
Um abraço,
JR.

Vanessa Souza Moraes disse...

Meu blog mudou de endereço, o novo é:
http://vemcaluisa.blogspot.com/
:)

Professora Aparecida disse...

Olá, Leonor

seus blogs me encantam...
as palavras se transformam...
ler é sempre um mergulho no fundo das almas...

Consigo ficar fascinada todos os dias mediante o mistério do ler...

aparecidaferreira.blogspot.com

Professora Aparecida disse...

Olá, Leonor

seus blogs me encantam...
as palavras se transformam...
ler é sempre um mergulho no fundo das almas...

Consigo ficar fascinada todos os dias mediante o mistério do ler...

aparecidaferreira.blogspot.com

Francy´s Oliva disse...

Vim conhecer a sua casa, adorei cada palavra.
E conheci as palavras do Chico sobre solidão...Gostei muitissimo.
bjs.