5 de nov de 2012

O que faz um poema ser um poema? – Charles Bernstein

Hoje conheci o blog "le pays n'est pas la carte" de Marília Garcia. Conteúdo nota 10! Vou reproduzir aqui parte de uma de suas postagens para provocar em você o desejo de conhecer aquele espaço:



[Minha leitura se chama
O que faz um poema ser um poema?
e vou ligar o cronômetro]

 


Não é a rima das palavras no fim da linha
Não é a forma
Não é a estrutura
Não é a solidão
Não é o espaço
Não é o céu
Não é o amor
Não é a luminosidade
Não é o sentimento
Não é a metrificação
Não é a época
Não é a intencionalidade
Não é o desejo
Não é a temperatura
Não é a esperança
Não é o assunto escolhido
Não é a morte
Não é o nascimento
Não é a paisagem
Não é a relação de palavras
Não é o que há entre as palavras
Não é o cronômetro
Não é o...
É o tempo

(Charles Bernstein - Tradução: Marília Garcia)

Um comentário:

Tania regina Contreiras disse...

Muito bacana!
Beijos,